sábado, 3 de julho de 2010

Agradecimentos


Bela Vista, São Paulo, upload feito originalmente por Hélio Bertolucci Jr..
Agradeço os recados no Blogspot, Wordpress e os emails que recebi de inúmeras pessoas, amigos, amigos de trabalho, familiares, sobre este trabalho.

Recebi até  um comentário para "entrar com uma ação contra o Estado para deter o mercado imobiliário que degrada a cidade...."

Deixo este trabalho aos próprios órgaos, ou para as ONGs competentes que precisam e devem fiscalizar a cidade. Aliás, em tempo, como anda a contratação dos fiscais que fariam este trabalho para o Conpresp?

De tantos recados, quero salientar um, que infelizmente não sei o autor, ou autora, pois postou como anônimo. (A autora da mensagem abaixo entrou em contato por email e chama-se Regina. Obrigado Regina pela mensagem)

Ao ler o artigo sobre o seu “hobby”, que é um trabalho e tanto, lembrei-me de um trecho de um texto de Hobsbawm (na obra O Mundo depois da queda).

“A barbárie (...) é antes um subproduto da vida num contexto social e histórico particular (...) A expressão “street wise”, ao indicar a atual adaptação das pessoas à vida numa sociedade sem as regras da civilização retrata bem o que quero dizer. Ao compreender a expressão, todos nós nos adaptamos a viver numa sociedade que, pelos padrões de nossos avós ou pais é incivilizada. Nós nos acostumamos a isso. Não quero dizer que ainda não podemos ficar chocados com este ou aquele exemplo. Ao contrário, ficar periodicamente chocado com alguma coisa horrorosamente fora do comum faz parte da experiência: ajuda a ocultar o quanto nos tornamos acostumados à normalidade do que nossos pais teriam considerado uma vida sob condições desumanas”.
(Hobsbawm,1995. Paz e Terra)


Acho que o seu trabalho desnuda o quanto nos acostumamos com a barbárie cotidiana, de tal forma que a demolição de nossa história arquitetônica parece um evento “natural”, inexorável de nossa “metropolização”.


Por favor, continue “nos chocando e impactando nosso olhar”.


Finalizando, a foto divulgada na matéria da revista São Paulo, foi feita na Via de Pedestre dos Jornaleiros, uma passagem, ou uma antiga passagem que ia da Rua Itapeva, até a Antiga Saracura, hoje Rua Dr. Plinio Barreto, na bairro da Bela Vista.

2 comentários:

Veridiana disse...

Olá! Fiquei encantada com o seu trabalho. Sou uma grande admiradora de construções antigas e sempre que passo na frente de uma fico maravilhada e, se abandonada, me sinto triste por pensar que nosso passado é totalmente ignorado. Aqui eu vi fotos de muitos lugares que já passei e que me chama mto a atenção! A partir de agora vou sempre acompanhar seu blog, é bom saber que existem pessoas preocupadas assim! Obrigada!

Hélio Bertolucci Jr. disse...

Oi Veridiana,

Que bom que gostou do blog. Está ai de que hobby também dá para fazer coisas legais e em pról de alguma coisa. Não consegui lhe responder diretamente, via e-mail. Apareça sempre neste espaço que está aberto a fotos e textos de outras pessoas.