sexta-feira, 20 de agosto de 2010

A casa de Ramos de Azevedo




Em março último, fui conhecer uma bela construção, pouco conhecida dos paulistanos, a residência do arquiteto Ramos de Azevedo (1851-1928).

Muito se fala da Casa das Rosas, na Avenida Paulista, onde hoje funciona um Centro Cultural administrado pela secretaria da Cultura, do Governo do Estado de São Paulo, e que muitos acham que lá morou o arquiteto. Na realidade também foi projeto do escritório do Ramos de Azevedo, mas quem morou naquela residência foi sua filha até 1986, quando o Governo do Estado a desapropriou.

A residência de Ramos de Azevedo fica na Rua Pirapitingui, no bairro da Liberdade. No local funciona a Editora Global que é proprietária do imóvel desde 1988. Praticamente tudo está extremamente bem conservado e a casa é impecável, trabalho incessante até hoje da Editora em manter na cidade um imóvel histórico, já que não recebem nenhum incentivo fiscal por parte dos órgãos públicos ou particulares. Ao lado deste imóvel está outro imóvel que também pertenceu a sua família.

Andar por seus corredores, andares, sótãos, e quintal é uma viagem no tempo. Isto significa que é possível manter um imóvel em perfeitas condições de uso, seja ele para moradia ou para fins comerciais, basta boa vontade e amor pela história da cidade.

Parabéns a Editora Global.






No vitral desta sala traz em destaque o desenho do Teatro Municipal









Imóvel ao lado que também pertencia a famila

 
Fotos: Hélio Bertolucci Jr. ©

5 comentários:

Veridiana disse...

Eu passava todos os dias aí em frente, qdo fazia cursinho no Anglo. Não tinha um dia q eu não olhasse pra essa casa e, só hj, depois de 10 anos, descubro q era a casa do Ramos de Azevedo! É aberta para visitação?

Hélio Bertolucci Jr. disse...

Oi Veridiana. Obrigado por seu comentário. Pois é, tem muita coisa em Sampa que ninguém conhece, ou se conhece, não tem mais informações.

Para visitar você tem que marcar com o Assesssor de Imprensa da Editora Global, mas eles são super acessíveis e atenciosos. Abs

bds disse...

As fotos estão ótimas e o texto também, iniciativas como a sua ajudam a revelar a historia da cidade.

Parabéns!

Hélio Bertolucci Jr. disse...

Obrigado por sua visita e comentário

Rafael Dantas disse...

Lembra em alguns detalhes o palacete que pertenceu ao comendador Bernado Martins Catharino, no bairro da Graça Salvador Bahia. Hoje museu Rodin.