segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Casas no bairro do Belenzinho


O bairro surgiu em 1899 sendo desmembrado do Brás. Região de ar puro, chácaras e pomares foi muito procurado por famílias abastadas. Depois veio a industrialização: Matarazzo, Santista, Gasparian,etc. Região também das vidrarias: Germânia, Barone, etc.

Tempos em que o percurso do Rio Tiete era outro, mais próximo da Av. Celso Garcia e algumas casas foram construidas com mirantes. Raridades arquitetônicas que sobrevivem a especulação imobiliária.


Rua Conselheiro Cotegipe com Marques de Abrantes. Esta residência foi invadida e infelizmente já sofreu alterações.


Rua Conselheiro Cotegipe com Eng. Reinaldo Cajado


Rua Conselheiro Cotegipe



Rua Herval com Rua Elói Cerqueira




Rua Herval








Visualizar Chega de Demolir S!P em um mapa maior

9 comentários:

MCA disse...

Cheguei aqui através do seu comentário no blogue Lisboa Antiga. Boa iniciativa!

Sandra..... disse...

Adorei essa fotos dessas casas, irei lá também.....

Sandra..... disse...

Adorei essas casas do Belém....vou até lá....lindas fotos, parabéns

Luiz disse...

Infelizmente a casa da rua Herval já foi lacrada por motivo de invasão . tirando assim sua originalidade.
Existem também na Av. Celso Garcia , na altura do nº 1800 um casarão que era da família MAtarazzo e em frente o prédio do Cotonifício Paulista !!!!
Vale a pena visitar !!!

Hélio Bertolucci Jr. disse...

Oi Luiz,

Primeiramente obrigado por sua visita ao blog e seu comentário. Pois é, agora com o Google Street View dá para vermos muitas coisas da cidade. Recentemente vi que esta casa da Rua Herval foi lacrada, uma pena, é uma bela arquitetura. Quanto as casas do Matarazzo, estive lá recentemente fotografando. Ali foi uma vila operária que o empresário construia para seus funcionários. Dentro de breve farei um texto sobre aquelas construções. Abs,

selma Pattoli disse...

Nasci na Rua Bresser! minha familia tda nasceu no Brás.
Minha mãe passou toda sua infancia,e juventude no Belem,propriamente na rua Passos.

O Belem ainda não,se deteriorou como,o Brás...neste o comercio expulsou os moradores,antigos que por falta,de recursos venderam seus imóveis,a preço humilhante.É uma vergonha um País que esta jogando nas mãos,do ramo imobiliario sua HISTÓRIA! Parabéns por este site,maravilhoso!!!

Hélio Bertolucci Jr. disse...

Selma. Obrigado pelo comentário e visita.
Tb. concordo com sua opinião. Enquanto as construtoras bancarem as campanhas dos vereadores será isso, muita demolição e muitos prédios.
Tb. sou daquela região: Brás, Belém e Tatuapé.

Luiz disse...

Olá Hélio , td. bem.........
Eu moro na Rua Curimã , antiga vila Boys (rua Edna); criada pelos Matarazzo para seus funcionários (meu pai trabalhou lá 38 anos e comprou a casa dos Matarazzo).
Infelizmente estamos sendo invadidos por penssões dentro da vila ; algúns moradores viram que é um ótimo negócio financeiro alugar quartos e estão transformando nossa vila em um cortiço !!!!!
Abç.

Hélio Bertolucci Jr. disse...

Oi Luiz,
Obrigado por seu comentário.

É uma pena que esteja acontecendo isso com a Vila Matarazzo. Estive lá em novembro ultimo e vi tambem que muitas casas foram descaracterizadas.
Vocês precisam pedir o tombamento da Vila no Conpresp (Av. São João) para que não estraguem mais a vila, principalmente pq. já demoliram a fábrica e existe um grande projeto de edifícios.