terça-feira, 22 de junho de 2010

Bom Retiro, 1925


Bom Retiro, upload feito originalmente por Hélio Bertolucci Jr..



Há 85 anos, no dia 26 de novembro de 1925 era publicado na Folha da Manhã - atual Folha de S. Paulo-, matéria "Os nossos bairros abandonados", especificamente sobre o bairro do Bom Retiro.

A matéria é mais atual do que nunca, já que muita coisa não mudou nesses anos todos, nos antigos bairros da Capital, como nos que foram surgindo. Olha-se muito para os bairros aristocráticos e pouco para os bairros mais carentes e afastados.

Tempo de eleições:

Esse texto dizia: "Os nossos governantes sempre escolhidos nas classes abastadas, e residindo em zonas privilegiadas, nunca olham pelas necessidades dos bairros operários..."

Ainda:

"Nas vésperas das eleições, época em que os candidatos aos postos de "sacrifício", felizmente bem recompensados, se colocam ao nível dos operários fazendo mil promessas, pensa-se nas necessidades dos bairros pobres e depois de eleitos não cumprem com nada...."

O bairro do Bom Retiro pode ser que já não tenha os mesmos problemas de 1925, mas com certeza a cidade é um túmulo no quesido "modernidade". Digo modernidade não olhando aos grandes edifícios, mas no que o munícipe gostaria que fosse bem cuidado, os bairros, avenidas, ruas, calçadas, jardins, praças, sinalizações, iluminação, etc.

Sem contar que os políticos usam como plataforma eleitoreira a falta de habitação ou a promessa de novos lançamentos de conjuntos habitacionais e o que vemos na cidade de São Paulo é inúmeros imóveis abandonados, com suas portas e janelas emparedadas se protegendo das invasões. Muitos deles poderiam ser utilizados como moradias, porque afinal, imóvel antigo não é sinônimo que deva virar cortiço.



Vale a pena ler o texto original com grafia daquela época.

Folha da Manhã

Fotos do bairro do Bom Retiro

Um comentário:

Marcelo Lemos disse...

Parabéns pelo trabalho. Eu acabei de ler a reportagem na revista da Folha de S. Paulo.