quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Terreno da família Matarazzo, na Av. Paulista, poderá receber Shopping


O jornal Metrô News em sua edição de 25/08/10, trouxe matéria sobre o último grande terreno  localizado na Av. Paulista, alvo de um grande projeto elaborado pelas empreiteiras Cyrela e Camargo Corrêa para a construção de um shopping e uma torre comercial.

O terreno pertenceu à família Matarazzo que ocupou a bela mansão entre os anos de 1941 a 1996. A mansão dos Matarazzo se sobressaia na paisagem da avenida e era visitada pelos turistas em busca da sua elegância e ares aristrocráticos. 


No inicio da década de 1990 a mansão foi motivo de grandes discussões entre seus proprietários e a Prefeitura, na gestão da Prefeita Luiza Erundina, que queria tombar o imóvel e implantar naquele lugar  o Museu do Trabalhador . O Conpresp chegou a tombar o imóvel naquele período, mas seis anos depois uma medida judicial suspendeu o tombamento e o imóvel foi sendo demolido na calada da noite.  


Hoje o terreno é ocupado por um estacionamento e daquele período só restou o muro envoltório e a portaria que segundo as empreiteiras será demolida. 


Em artigo para o mesmo jornal Metrô News, Everton Calício, pesquisador e biógrafo da família e das Industrias Matarazzo, explica a importância de se preservar pelo menos o que restou da antiga mansão.





Publicado no: Jornal Metrô News
pag. 2
Edição de 26/08/10

 Detalhe do muro, Av. Paulista, Família Matarazzo. 
Foto: Hélio Bertolucci Jr. ©

6 comentários:

Marcos disse...

Confirmado! A partir de Março 2011 o estacionamento que funciona no terreno dos Matarazzo vai fechar para dar inicio a obra de um shopping e uma torre comercial.

CERTA DE 90 ARVORES TOMBADAS vão ser cortadas para dar lugar a mais um shopping em são paulo!

gostaria de saber o que eu posso fazer para divulgar e eventualmente reverter esse crime urbanístico.

Hélio Bertolucci Jr. disse...

Marcos,
Obrigado por seu comentário e visita. Não li nada recentemente sobre o terreno dos Matarazzo. Sei alguma coisa sobre o Hospital Matarazzo que talvez vire um hotel 6 estrelas.

Anônimo disse...

me pergunto se algum destes que criticam se por um mero acaso estivessem no controle acionario de umas das empresas que viabilizam o projeto ou se fosse apenas um funcionario bem sucedido em ambas estaria preoculpado com o meio ambiente? lugar pra ter hipocrita!

Adriana O. disse...

Hélio, achei muito bacana a sua iniciativa...e só para constar, a Brookfield já está começando a demolir as árvores do terreno onde fica lozalizado o casarão que abrigará o Praça Pamplona...hoje vi uma cena triste: uma árvore enorme sendo colocada no chão...pois é...o poder público aceita tudo quando o assunto é dinheiro no bolso deles...

Hélio Bertolucci Jr. disse...

Silvia,
Infelizmente, nós cidadãos comuns só temos que ficar observando tudo isso que acontece na cidade.

Entrar com um pedido de tombamento não resulta em nada, já fiz isso e o imóvel foi demolido. Tudo eles acham que não tem valor arquitetônico.

Segundo um comentário anônimo em janeiro de 2012 num post que comentei sobre este casarão, a Construtora preservará o casarão. Vamos acompanhar.

http://chega-de-demolir.blogspot.com.br/2011/05/bela-vista-rua-pamplona.html

Obrigado por seu comentário.

Hélio Bertolucci Jr. disse...

Silvia,
Infelizmente, nós cidadãos comuns só temos que ficar observando tudo isso que acontece na cidade.

Entrar com um pedido de tombamento não resulta em nada, já fiz isso e o imóvel foi demolido. Tudo eles acham que não tem valor arquitetônico.

Segundo um comentário anônimo em janeiro de 2012 num post que comentei sobre este casarão, a Construtora preservará o casarão. Vamos acompanhar.

http://chega-de-demolir.blogspot.com.br/2011/05/bela-vista-rua-pamplona.html

Obrigado por seu comentário.